Não guarde para si. Partilhe!

Francisco Galope nasceu em 1965, em Aljustrel, no Baixo Alentejo. Em 1989, o ano em que tudo mudou, apaixonou-se pelo jornalismo. Apanhou as grandes reviravoltas mundiais ainda como estagiário no Internacional do Correio da Manhã, tendo depois passado por várias redacções, entre elas a da Agência Lusa.

csc_00591Actualmente é redator principal na revistaVisão, onde trabalha desde 1999, tendo sido o editor responsável no lançamento da edição online. Escreve regularmente naVisão-História, na qual publicou quase todos os artigos aqui reprodudizos.

É autor do livro O herói português da I Guerra Mundial, no qual narra a história do soldado Aníbal Augusto Milhais, um rapaz de Trás-os-Montes, camponês analfabeto, que em 1917 partiu para Flandres francesa combater nas trincheiras da grande conflagração. Tanto a Primeira República, que o consagrou-o como herói nacional, como o Estado Novo usaram-no e abusaram dele para efeitos de propaganda. O ponto de partida para esse livro foi este artigo.